Media - Press Releases

Vanguard Properties, resumo do ano de 2021

Foi um ano desafiante devido aos diversos impactos causados pela pandemia da Covid-19, mas, apesar das circunstâncias, francamente positivo para a Vanguard Properties.

Na promoção imobiliária, logrou-se manter todas as obras em execução, apesar de alguns constrangimentos no fornecimento de equipamentos. Apesar disso, os nossos grandes projetos em curso, A’Tower, Infinity, Bayline, Dunas e Torre nas Terras da Comporta e Muda Reserve, desenvolvem-se a bom ritmo. Concluímos o Castilho 203, o White Shell e as Quintas do Muda Reserve e adquirimos mais alguns ativos em Lisboa e no Algarve. 

Continuámos a aumentar a nossa equipa, nas várias frentes, com um posicionamento reforçado ao nível da gestão das pessoas através do recrutamento da nossa Head of HR, mas também com especial incidência na gestão de projetos e na criação de um novo departamento de Concept & Lifestyle, associado a outra área da máxima relevância, a sustentabilidade. Neste contexto, para além de ser algo registado no nosso ADN, passámos a contar com a colaboração do Prof. Manuel Collares-Pereira, um dos mais respeitados experts no setor das energias renováveis e do desenvolvimento sustentável. De salientar que criámos ainda um departamento interno de Legal e Compliance e reforçámos vários departamentos como Financeiro, de Comunicação, Marketing e Vendas. 

No que aos apoios e patrocínios dizem respeito, voltaram a merecer uma forte atenção da nossa parte, com vários investimentos de relevo, desde logo, na renovação da fachada do Museu de Arte Contemporânea em Lisboa e ao tornarmo-nos no principal mecenas do futuro Museu Judaico de Lisboa – Tikva. Paralelamente, na área da educação mantivemos o nosso apoio à escola de programação “42 Lisboa”, garantimos a publicação da 2ª edição do livro “Jeremias e o desenvolvimento sustentável”, que será oferecido aos alunos das escolas da região da Comporta, e também patrocinámos o estudo “Lar doce escritório – implicações do trabalho remoto” realizado pela SHL Portugal e S+A Capital com a colaboração do ISEG. Já no que ao desporto diz respeito, garantimos os patrocínios ao CDUL, golfista Pedro Figueiredo e Millennium Estoril Open, tendo ainda assegurado que a Vanguard Stars mantivesse a sua estratégia de crescimento e internacionalização. Porém, não ficámos por aqui e também garantimos o apoio a diversas iniciativas e acções de cariz social.

Destaque igualmente para o lançamento do site www.comporta.com, que reúne toda a informação referente ao projeto das Terras da Comporta) e do filme da região realizado pelo conceituado Luís Branquinho, assim como a publicação da revista “PORTICO”, um projeto editorial inovador que resultou do nosso intrínseco desejo de continuar a surpreender, desta feita, através de uma peça de comunicação que reúne as áreas menos tangíveis do universo da Vanguard Properties e, simultaneamente, reflete a nossa visão e posicionamento sustentado em três dos pilares que mais nos são caros e nos acompanham desde a nossa génese: cultura, arte e sustentabilidade. 

Ainda em 2021, ano em que o acionista da Vanguard, Claude Berda, adquiriu a nacionalidade portuguesa, efetuámos um estudo de reputação da marca, os quais confirmaram as nossas melhores expetativas: 7 em cada 10 pessoas conhece ou já ouviu falar na Vanguard, sendo que deste universo, e numa escala de 0 a 5 em que 0 significa “discordo em absoluto” e 5 “concordo totalmente”, a resposta média à pergunta “Tenho admiração pelo trabalho e marca Vanguard” foi de 4,3, sendo também este o valor em relação ao facto da Vanguard ser uma “marca de confiança”. Ainda neste contexto, importa ainda adiantar que numa escala de 0 a 10, em que 10 significa “extremamente provável recomendar a Vanguard a um amigo ou colega”, obtivemos uma média a rondar os 8,5. E isto numa empresa com apenas 5 anos de existência.

Já ao nível da tecnologia, desenvolvemos múltiplos investimentos nas nossas plataformas tecnológicas, nomeadamente de CRM, ERP e Power BI, para além de reforço do site da Vanguard e a criação do novo site www.comporta.com dedicado aos nossos projetos da região. 

Efetuámos e continuaremos a realizar vários investimentos industriais, em Portugal, que visam permitir a construção de projetos imobiliários mais sustentáveis e eficientes, sobre os quais, em breve, serão publicamente anunciados. 

A título negativo, claramente, em 2021 verificou-se um agravamento, por vezes incompreensível, ao nível do licenciamento, provocando atrasos e sobrecustos que a ninguém beneficia, sendo necessária uma verdadeira revolução neste domínio. 

Estamos assim, mais bem capacitados para enfrentar os desafios que se anunciam em 2022, ano em que esperamos iniciar múltiplos projetos, nomeadamente, Terraços do Monte, Lapa One, Foz do Tejo, The Shore, Riverbank, Muda Reserve (Aldeia) e Terras da Comporta. 

Pr


Stay in touch.
Subscribe to our latest news.

Please insert your name
Please insert your email Please insert a valid email

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.