Media - Press Releases

Obras de infraestruturas do empreendimento Torre iniciam-se em dezembro

A construção das infraestruturas do projeto Torre – integrado no empreendimento Terras da Comporta - foi atribuída à DST S.A., vencedora do concurso em que participaram 11 empresas, que deverá dar início aos trabalhos imediatamente após a assinatura do contrato. A empreitada, num valor de 30 milhões, será realizada de uma só vez e tem um prazo de conclusão de 2 anos. A fiscalização da obra estará a cargo da Tecnoplano.

Este parcela ADT2 (Área de Desenvolvimento Turístico), que com o Dunas -Terras da Comporta correspondem aos ativos adquiridos à Herdade da Comporta pela Vanguard Properties (88%) e Amorim Luxury (12%) em 2019, compreende uma área de 365 hectares destinada ao desenvolvimento de um projeto misto que combina hotelaria, imobiliário residencial, serviços, cultura e desporto.

A propriedade, situada no concelho de Alcácer do Sal, no lugar da Torre a que foi buscar o nome, vai integrar 245 lotes para moradias, três aldeamentos turísticos (50+256+136 unidades de alojamento), dois hotéis (210+225 quartos e dois aparthotéis (178+263 unidades de alojamento).

Na totalidade, o empreendimento Torre representa um investimento que ascende a 850 milhões de um total de 2300 milhões que o promotor vai investir na zona da Comporta nos próximos anos.

José Cardoso Botelho, CEO da Vanguard Properties, destaca a atenção dada às questões de sustentabilidade ambiental e integração paisagística que considera a pedra de toque destes projetos: “O respeito pelo ambiente traduzir-se-á, entre outros aspetos, no uso de materiais sustentáveis e na utilização de energias renováveis sempre que possível. Iremos também construir uma estação de tratamento de efluentes cuja água será utilizada para irrigar os espaços verdes.”

Mas a novidade, segundo José Cardoso Botelho, é algo que descreve como um passo inédito em Portugal: “No âmbito destes projetos, vai ser constituído, em parceria com o Greenlab, empresa do universo da Saraiva + Associados, um grupo de acompanhamento com especialistas nacionais e internacionais da área do ambiente que ajudará a implementar um conjunto de medidas proativas com vista a assegurar a preservação do magnífico enquadramento natural destes projetos”.

Neste sentido, o empreendimento Torre apresentará uma construção muito dispersa e de pequena escala: habitações térreas e hotéis com um máximo de quatro pisos. 

A Saraiva + Associados será responsável pela coordenação da arquitetura do empreendimento Torre que, tendo em conta a dimensão e filosofia do projeto, irá contar com o concurso de outros arquitetos embora, como refere Miguel Saraiva, a diversidade não deva sobrepor-se ao equilíbrio e harmonia, impostas quer pelo promotor, quer pelas especificidades do território.

Para além dos dois hotéis, para cuja gestão decorrem negociações com marcas de renome internacional, prevendo-se que, pelo menos uma delas, tenha o wellbeing como tema principal, está ainda planeado um campo de golfe de 18 buracos desenhado por uma famosa dupla de experts na área de projeto. Para além do golfe e com o objetivo de combater a sazonalidade, o empreendimento Torre incluirá outros equipamentos dedicados a desportos como ténis, padel e ainda uma academia de futebol.

A Vanguard Properties que já tem em comercialização na Comporta o Muda Reserve, aguarda pela conclusão dos trâmites legais para avançar com o desenvolvimento do Dunas, o outro empreendimento que compõe as Terras da Comporta, situado no concelho de Grândola.



Fique em contacto. Subscreva a nossa newsletter.

Por favor insira o seu nome
Por favor insira o seu email Email inválido

Este site está protegido por reCAPTCHA e aplica-se a Política de Privacidade e os Termos de Serviço da Google .