Media - Press Releases

Vanguard avalia método BIM no Executive Breakfast da APPI

A Vanguard Properties (VP) esteve hoje presente na 38ª edição do Executive Breakfast da APPI dedicada ao tema do BIM (Building Information Modeling) como solução para melhorar o licenciamento urbanístico.

O método BIM já é uma metodologia incontornável na elaboração dos projetos, com melhorias bastante significativas na gestão das obras e compatibilização das diversas especialidades, pelo que a VP acompanhou com muita expectativa a introdução desse sistema também no processo de licenciamento, o que poderá reduzir significativamente os prazos de análise pelas equipas técnicas das edilidades e outras entidades licenciadoras.

Neste contexto, importa adiantar que a metodologia apresentada por Miguel Azenha, da Universidade do Minho, é bastante interessante pois parte da análise dos atuais problemas do processo de licenciamento, como a ineficiência, morosidade e complexidade da informação, entre outras, identificando como oportunidade a fase de expansão actual da implementação dos modelos BIM pelos Donos de Obra para o uso desses modelos nos processos de licenciamento.

De acordo com o Miguel Azenha, estão em curso dois projetos-piloto com as Câmaras Municipais de Gaia e Lisboa, onde foram identificados mais de 72% de parâmetros na análise dos processos de licenciamento com hipótese de serem automatizados, o que torna ainda mais vantajosa a implementação de um processo deste tipo.

O professor da Universidade do Minho entrou ainda em algum detalhe sobre os fluxos de trabalho propostos e vincou a necessidade do processo ser devidamente normalizado, recorrendo a normativas internacionais, bem como o sistema de digitalização ser altamente configurável e em Open Source (sem custos) para poder ser adaptado aos diversos municípios e suas características intrínsecas.

A VP está convicta que, sendo o BIM o futuro da elaboração e gestão dos projetos imobiliários, é fundamental que o processo de licenciamento urbanístico não fique para trás deste desenvolvimento, havendo mais-valias para todos os intervenientes – públicos e privados. No entender da VP, não faz sentido estarmos a trabalhar com o BIM nas diversas fases do projeto e sermos obrigados a preparar elementos mais tradicionais, ainda por cima mais difíceis de analisar, somente para uso das entidades licenciadoras.

Whatsapp Image 2022 01 13 At 11.08
Whatsapp Image 2022 01 13 At 11.08
Whatsapp Image 2022 01 13 At 11.08
Whatsapp Image 2022 01 13 At 11.08
Whatsapp Image 2022 01 13 At 11.08
01


Stay in touch.
Subscribe to our latest news.

Please insert your name
Please insert your email Please insert a valid email

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.